10 doenças relacionadas com à perda auditiva


Doenças bastante conhecidas, como depressão, hipertensão e diabetes podem estar relacionadas à perda auditiva.

Perder a audição está associado há várias doenças uma delas é a depressão, muitos casos de perda auditiva são associados a ela, por consequência a pessoa evita familiares, amigos, ou seja, o convívio social. Geralmente, a pessoa começa a ouvir menos, e assim se isola e acaba sendo mais cobrado pelas pessoas que o cercam.

Esse isolamento gera cansaço, estresse e raiva. Por isso, a depressão pode ser um sintoma de perda auditiva, alerta a fonoaudióloga da Clínica de Aparelho Auditivo, Direito de Ouvir, Andréa Varalta Abrahão.

Conheça outras 9 patologias que podem estar associadas a perda auditiva

Zumbido

90% das pessoas com zumbido também apresentam perda auditiva. O zumbido atinge 9 de cada dez pessoas e pode ser causado pela perda da audição, ou por uma doença circulatória

Desequilíbrio

Pessoas com perda auditiva tem mais facilidade a quedas. A cada 10 decibéis de perda, as possibilidades de queda sobem 1,4 vezes.

Hipertensão

A pressão alta tem um vínculo forte com a perda auditiva. Idosos com a pressão alta pode ter o processo de perda auditiva antecipado.

Declínio cognitivo

A perda auditiva afeta até 40% as capacidades cognitivas.

Obesidade

No caso das mulheres, a obesidade pode ser gerar perda de audição.

Sistema cardiovascular

O ouvido interno é muito sensível ao fluxo sanguíneo. Um sistema cardiovascular saudável gera consequências positivas na audição. Já o sistema funcionando inadequadamente pode ajudar gerar perda auditiva.

Osteoporose

A perda excessiva dos minerais dos três ossos do ouvido médio pode ajudar para uma deficiência auditiva condutiva

Isolamento

Doenças emocionais, adultos com mais de 50 anos começam apresentar perda auditiva não tratada apresentam, instabilidade emocional como crises de depressão, raiva, ansiedade e frustação.

Diabetes

A perda auditiva é mais comum em pessoas com diabetes. Adultos com glicemia mais alta que o normal, têm uma taxa de 30% maior de perda auditiva se comparado aos que possuem glicemia normal.

O ideal é sempre se cuidar e estar em alerta!

Faça um check up auditivo

https://www.direitodeouvir.com.br/agende-sua-consulta

 

 

Tópicos: Audição
arrow-up