3 benefícios dos implantes cocleares em idosos


A expectativa de vida da população aumentou e, com isso, as doenças associadas ao envelhecimento também. Entre os problemas, podemos destacar a perda auditiva que acomete um terço das pessoas com mais de 65 anos e metade da população acima dos 75 anos, segundo dados da Organização Mundial da Saúde OMS).

O envelhecimento é uma causa da perda auditiva devido a um processo natural de redução da sensibilidade auditiva, chamado de presbiacusia. Esse problema pode ser revertido com o uso dos implantes cocleares. Com os dispositivos, os idosos não recuperam apenas audição, como também resgatam a possibilidade de participar plenamente da vida.

O que é um implante coclear?
Basicamente, um implante coclear é um pequeno dispositivo eletrônico muito parecido com os aparelhos auditivos. O implante é colocado cirurgicamente atrás da orelha e serve para proporcionar uma sensação sonora às pessoas profundamente surdas ou que apresentam perda auditiva severa.
Os implantes cocleares são uma opção para crianças, adultos e idosos que não podem ser beneficiadas com o uso de aparelhos auditivos os amplificadores.

Benefícios dos implantes em idosos
Diversos estudos comprovam que os implantes cocleares têm muitos resultados positivos na qualidade de vida dos idosos. Destacamos os principais a seguir.

Compreensão auditiva e da fala
Talvez este seja um benefício óbvio, porém, muitas pessoas ainda acreditam que os implantes cocleares não funcionam para idosos.
Para desmistificar isso, um estudo realizado na França, avaliou pacientes entre 65 e 85 anos de idade e com perda auditiva pós-lingual profunda (após a evolução da fala). A comparação entre o desempenho dos idosos antes do implante coclear e após 6 e 12 meses, mostrou que o implante coclear está associado à melhor percepção de fala em ambientes silenciosos e ruidosos.

Melhora as interações sociais
Os implantes cocleares também permitem que os idosos aproveitem ao máximo a “melhor idade”. A possibilidade de ouvir novamente e compreender as falas das outras pessoas abre as portas para interações sociais, melhora o humor e afasta até a depressão.
Os resultados do estudo francês mostraram que, antes do implante, 59% dos pacientes indicaram ausência de depressão. Um ano após a cirurgia, esse índice subiu para 76%.

Melhoram a função cognitiva
Existe uma forte associação entre perda auditiva e declínio cognitivo em idosos. Com um sentido deixando de funcionar, algumas áreas do cérebro ficam ociosas, causando demência em muitos indivíduos.
Além disso,o declínio cognitivo associado à perda auditiva piora a qualidade de vida do idoso, resultando em um crescente isolamento social, solidão e sensação de dependência pessoal.
No caso de pacientes mais velhos e com perda auditiva profunda a severa, quando os aparelhos auditivos não conseguem recuperar a audição, o implante coclear pode ajudar a manter o cérebro ativo, melhorar a função cognitiva e, consequentemente, aumentar a qualidade de vida.

Como a idade é uma causa da perda auditiva, pode ser difícil fugir desse problema com o envelhecimento. Ainda assim, é essencial realizar exames auditivos regularmente para buscar o tratamento com implantes cocleares ou aparelhos auditivos o quanto antes e garantir uma melhor qualidade de vida na terceira idade.

Tópicos: Aparelhos Auditivos, Direito de Ouvir, Perda auditiva, Saúde Auditiva
arrow-up