Categoria: Saúde Auditiva das crianças

Cuidar da saúde auditiva das crianças é fundamental para que elas tenham o desenvolvimento correto. Todas as crianças precisam escutar para aprenderem a falar. Dessa maneira, bebês que não escutam podem ter muitas dificuldades para desenvolver a linguagem. Se a perda acontece em idade escolar, a criança não consegue acompanhar e absorver os conteúdos apresentados pelos professores. Há uma questão que vai além do aprendizado: uma criança que não ouve bem tende a se isolar, pode ser motivo de piada dos amiguinhos. Isso certamente também interfere em seu comportamento e na relação com a escola.

Os sinais da perda auditiva são bem claros. Se uma criança maior do que três meses ignora sons ou não vira a cabeça na direção de um som e se um bebê maior de um ano de idade não parece entender nem mesmo algumas palavras, pode ter algum problema auditivo.   Atraso no desenvolvimento da fala de  e crianças de até três anos e dificuldade de aprendizado e concentração nas aulas e dificuldade para entender conversas em casa são outros sinais que algo não está certo com a saúde auditiva da criança.

Como cuidar da saúde auditiva das crianças

Na primeira infância, o teste da orelhinha ou triagem auditiva neonatal oferece a chance de diagnóstico precoce da deficiência auditiva. A descoberta precoce da perda ou de problemas auditivos é indispensável para que, no caso de intervenção, o início do tratamento seja imediato. Isso reduz potenciais consequências emocionais do convívio social, como isolamento, não aceitação, vergonha para se comunicar.


arrow-up