Beijos no ouvido podem prejudicar a audição


beijo-no-ouvido-prejudica-audicao

Você sabia que beijos no ouvido podem ser perigosos? É que este hábito, muito comum em brincadeiras e demonstrações de carinho, pode prejudicar a audição.

Isso acontece porque o beijo causa uma sucção intensa, que exerce uma elevada força no tímpano, causando turbulência no fluido da cóclea (também conhecida como ouvido interno).

De acordo com especialistas em Audiologia da Universidade de Hofstra, em Nova York, esta situação pode levar a casos de perda da capacidade auditiva. Depois de ter identificado mais de 30 casos de pessoas com problemas auditivos provocados por beijos na orelha, os especialistas concluíram que a sensação se assemelha à da pancada de uma bola no ouvido.

Pessoas com as lesões provocadas por beijos estalados no ouvido afirmaram que passaram a ouvir como se estivessem atrás de uma tela, percebendo as vozes totalmente abafadas. Sensações intermitentes de plenitude auricular (como se tivesse o ouvido tapado) e comichão no ouvido são outros sintomas, que podem ser frequentes mesmo quando já se usa um aparelho auditivo.

Quanto mais tarde for diagnosticada, mais avançada pode ser perda auditiva e mais difícil será o tratamento.

Qual é seu grau de perda auditiva?

Normalmente, o grau da perda auditiva varia de pessoa para pessoa. Os déficits auditivos são classificados em graus: leve, moderado, severo ou profundo. Leve a moderado são os graus mais comuns de perda auditiva. As perdas auditivas condutivas são raras nos graus severos e profundos.

  • Perda auditiva leve: incapacidade de ouvir sons suaves, dificuldade em compreender a fala com clareza em ambientes com ruído.
  • Perda auditiva moderada: incapacidade de ouvir sons suaves a moderadamente altos, dificuldade considerável em compreender a fala, principalmente na presença de ruído de fundo.
  • Perda auditiva severa: alguns sons altos são audíveis, mas a comunicação sem o aparelho auditivo é impossível.
  • Perda auditiva profunda: alguns sons extremamente altos são audíveis, mas a comunicação sem o aparelho auditivo é impossível.

Saiba como identificar a perda auditiva!

Tópicos: Audição, Perda auditiva
arrow-up