Dores de ouvido são mais comuns no verão


dores-de-ouvido-sao-comuns-no-verao

Dores de ouvido nas crianças são muito comuns no verão. Como os pequenos adoram frequentar piscinas para se refrescar do calor, eles ficam mais sujeitos às otites. A Diretora Técnica da Direito de Ouvir, Andréa Varalta Abrahão, deu dicas de como evitar o problema para o portal da revista Pais & Filhos. Confira:

As crianças costumam adorar o verão. Nas férias, praia e piscina são parte muito mais frequente da rotina do que nas outras épocas do ano. E por causa destes programas, é muito importante proteger os ouvidos para evitar otites.

Este tipo de infecção, conhecida como dores de ouvido, é causado por vírus ou bactérias, mas o constante contato com a água e a consequente umidade faz com que o ouvido se torne um ambiente mais propício à proliferação destes agentes. Além disso, a água pode estar contaminada. Isso pode gerar fortes dores e grandes incômodos, segundo Andréa Abrahão, fonoaudióloga da rede de Direito de Ouvir, mãe de Rafaela e Beatriz.

De acordo com a especialista, o cuidado com as crianças deve ser ainda maior, já que a otite impede a audição normal e prejudica o desenvolvimento das habilidades da fala e audição, o que pode causar falhas na aprendizagem.

O principal sintoma é a dor. Os pais também podem sentir um cheiro diferente ou notar que o filho sente desconforto quando coloca a mão no ouvido. Caso seu filho esteja sofrendo com este problema, procure um pediatra ou um otorrinolaringologista. Mas, para prevenir, você pode adotar alguns cuidados:

  • Depois que seu filho nadar, seque os ouvidos dele com a ponta de uma toalha. Se tiver entrado água no ouvido, deixe a cabeça na posição horizontal e encoste a orelha em uma toalha para que o líquido escorra;
  •  Se a água não sair e você notar o menor sinal de secreção no ouvido, que pode ser escura ou amarelada, procure ajuda de um otorrinolaringologista;
  •  Não use hastes flexíveis dentro do ouvido: elas servem apenas para limpar a parte externa. “A orelha é tão perfeita que tem um mecanismo para expelir o excesso de cera do ouvido. A parte externa pode ser limpa com uma toalha”, explica a fonoaudióloga;
  • Nunca use qualquer tipo de objeto dentro do ouvido para aliviar a coceira;
  •  Mesmo em caso de dor, não use remédios caseiros. Só o médico pode dar a orientação adequada para o tratamento;
Tópicos: Audição, Saúde Auditiva
arrow-up