Pesquisa cria modelo cerebral de pessoas que sofrem com zumbido


pesquisa-investiga-causas-zumbido

O zumbido é um problema que afeta 28 milhões de brasileiros, segundo dados da Associação de Pesquisa Interdisciplinar e Divulgação do Zumbido (Apidiz) how to lose weight fast. Como este sintoma pode estar relacionado a mais de 200 causas, identificar seus gatilhos ainda é um grande desafio.

Para ajudar nas buscas por um tratamento, uma pesquisa desenvolvida no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), da USP, trabalha para construir um modelo de funcionamento do cérebro de uma pessoa que sofre com o tinido, uma das formas pela qual o zumbido é conhecido.

Segundo o iraniano Iman Ghodratitoostani, aluno que é orientado pelo pesquisador do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (Cepid-Cemeai), Alexandre Delbem, o modelo de zumbido funcional neural é proposto com base em atividades do cérebro e da rede neural, mapeada a partir da ressonância magnética funcional e de encefalogramas elétricos.

A ideia é mostrar o cérebro antes, durante e depois da intervenção para descobrir como o zumbido o afeta.

Por ser bastante abrangente, a pesquisa envolve uma equipe multidisciplinar: médicos, cientista da computação, matemáticos, estatísticos e outros especialistas. Todos buscando um melhor entendimento de como funciona a doença para poder fazer o melhor tratamento.

Além da USP em São Carlos, estão envolvidos diretamente na pesquisa o Instituto de Estudos de Ciência Cognitiva do Irã, a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, a Universidade Federal do ABC (UFABC) e o Instituto Ganz Sanchez, referência no diagnóstico e tratamento do zumbido no ouvido.

Diretora do Centro e supervisora da parte clínica da pesquisa, Tanit Ganz Sanchez, comentou na literatura médica poucos acreditam na cura para o zumbido. Normalmente, os projetos que envolvem esse tema testam uma coisa de cada vez. E esta pesquisa quis ir na contramão – ver pessoas que já se curaram e como isso aconteceu. Normalmente, essa cura envolve tratamentos conjuntos – a parte clínica e a parte cientifica têm que interagir de uma forma melhor para a cura do zumbido.

Zumbido no ouvido tem tratamento

Saiba mais sobre o zumbido

Normalmente, o zumbido se trata de uma sensação auditiva que não acontece por estímulos externos ao organismo, ou seja, é um sintoma associado a várias formas de perda auditiva. As pessoas que são acometidas por esse problema ouvem um um som persistente. O tinido acontece quando o ouvido passa a enviar impulsos sem que haja uma fonte sonora que os envie.

Doenças neurológicas, odontológicas e musculares na região da cabeça e do pescoço, além de alterações hormonais e alterações metabólicas como o diabetes, também podem estar ligadas ao problema.

Tire suas dúvidas sobre zumbido

Tópicos: Zumbido
arrow-up