Peão com deficiência auditiva sonha em ouvir filho


O peão Éder Junior, que tem deficiência auditiva, ficou oito segundos em cima do touro, conquistou a maior nota, e revelou seu desejo: quer ouvir o garoto de 4 anos ‘papai, eu te amo’

Ao ficar os oito segundos em cima do touro Baleado e conquistar a melhor nota da primeira noite, o peão Éder Júnior dos Santos, de 32 anos, mostrou que nem todos os competidores têm o mesmo sonho, o de ser campeão na Festa do Peão de Barretos.

Peão com deficiência auditiva se supera

Deficiente auditivo desde os 7 anos, após contrair caxumba, o competidor de São José do Rio Preto, com auxílio da esposa Adriana Borges, contou ao  que o seu maior sonho não é conquistar o título de melhor peão do mundo, mas, sim, ouvir o filho Felipe, de quatro anos, dizer a frase “papai, eu te amo”.

“É claro que Barretos é o maior rodeio do mundo, tem os melhores competidores. Mas o maior sonho dele é ouvir o filho dizer papai eu te amo” – comentou Adriana, que se comunica com o marido por meio de sinais e leitura labial há 7 anos, quando se conheceram e se apaixonaram.

Início com dificuldades

No início do relacionamento, a ideia de montaria em touros não era bem-vinda. Adriana tinha medo, principalmente nos dias seguintes às lesões mais graves que ele sofrera: maxilar quebrado e oito pinos no ombro. Porém, a paixão pelo esporte falou mais alto e a vontade de Éder Júnior prevaleceu.

“Sempre tive muito medo. O meu sogro sempre disse que ele gostava de montar, e eu tive de aceitar aos poucos. Foi difícil, mas hoje eu participo e ajudo ele quando posso. Vou no brete e passo a informação dos tropeiros sobre o movimento dos touros. Não tem jeito. É o que ele gosta de fazer” disse Adriana, que não vê empecilhos no fato de ele ter deficiência auditiva. O único problema, teoricamente, seria ouvir a campainha dos oito segundos, já que ele perdeu 100% da audição.

Apesar de não saber exatamente quando terminam os oito segundos, os 14 anos de experiência facilitam a vida de Éder Júnior, que sabe quando cumpriu a sua missão.

“Às vezes ele faz graça e fica mais tempo, mas existem outras formas de avisá-lo também. Os salva-vidas sabem da deficiência dele, e combinam de passar em frente ao touro” comentou Adriana, que espera ajudá-lo a realizar o sonho de ouvir o filho.

Em busca do sonho de voltar a ouvir

Éder Júnior, que lidera o ranking da montaria em touros com 90 pontos, volta à Arena de Barretos nesta sexta-feira para tentar somar o máximo de pontos, e conquistar uma vaga na grande final do rodeio internacional.

Além da montaria, o papai Éder Júnior ficará na torcida pelo filho Felipe, que vai participar da montaria em carneiro, também em Barretos.

A história do peão Eder Júnior dos Santos é um exemplo de superação, mostrando que sua deficiência não é empecilho para fazer o que se gosta. O sonho dele revela a importância que a audição tem na vida do ser humano, sendo o simples fato de ouvir a voz do filho a alegria de um pai.

Você possui algum tipo de deficiência auditiva? Conte-nos sua história, e caso precise de ajuda acesse: Direito de Ouvir  e preencha o formulário para agendar sua consulta com um fonoaudiólogo!

Fonte: Globo Esporte

 

 

Tópicos: Audição
arrow-up