Perda auditiva: brinquedos afetam audição do bebê


Acompanhar a audição dos bebês desde os primeiros meses de vida é muito importante para o seu desenvolvimento. Por se tratar de um sentido bastante sensível, mamães e papais devem ficar atentos aos ruídos provocados por acessórios e brinquedos colocados para o bebê dormir para que não causem perda auditiva.

Perda auditiva: ruídos intensos e tempo de exposição

Para não causar uma possível perda auditiva nos bebês o limite máximo de som produzido deve ser de 80 decibéis. No entanto, se a fonte do ruído estiver muito próxima da criança mesmo abaixo do volume permitido pode prejudicar a sua audição.

Além do ruído, outro problema é o tempo de exposição. Em muitos casos os brinquedos funcionam durante a noite inteira, o que deve ser evitado, pois, o ruído por um longo período trará malefícios para a saúde auditiva do bebê.

Quando adquirir um brinquedo para os bebês, os pais precisam ficar atentos quase todos os acessórios que encantam as crianças produzem altos ruídos. O importante é analisar se ele tem o selo do Inmetro que garante a qualidade do produto.

Perda auditiva: silêncio é uma excelente escolha

Para que a audição do bebê não seja prejudicada o silêncio é melhor opção. Acostumar a criança a dormir com algum estímulo fará com que fique condicionado, além disso, o som colocado repetidamente irá gerar problemas na audição, causando até a perda auditiva.

Tão importante quanto o silêncio, proporcionar estímulo para aprimorar a audição do bebê é fundamental. Falar com a criança (a voz materna acalma), cantar, contar histórias e ouvir música também auxilia nesse processo de aprendizagem.

 

Tópicos: Perda auditiva
arrow-up