Perda de visão aprimora processamento de sons


Um estudo publicado pela revista Neuron, analisou a relação entre a visão e a audição no cérebro. A conclusão foi de que a perda da visão de uma pessoa por apenas uma semana pode ajudar o cérebro a melhorar sua capacidade de processar os sons.

No estudo feito por um professor de neurociências e um biólogo foi possível descobrir, juntamente com outros pesquisadores, que ao provocar uma perda de visão de forma temporária fez com que o cérebro adulto modificasse seus circuitos para processar melhor os sons. Esse fato, segundo eles, poderia ajudar a recuperar a percepção do som em pacientes que receberam implantes cocleares.

Como foi provocada a perda da visão

Durante o experimento ratos adultos saudáveis foram colocados em um ambiente escuro para simular a perda de visão, popularmente conhecida como cegueira, e as respostas a alguns sons. Após uma semana compararam as respostas e a atividade cerebral com as de outro grupo de ratos que foram mantidos em um ambiente iluminado de forma natural.

No final da experiência foi possível encontrar uma alteração nos circuitos cerebrais dos ratos que ficaram no ambiente escuro, especificamente na área que processa o som e permite uma percepção consciente do tom e o volume dos sons.

Os músicos Stevie Wonder e Ray Charles, ambos cegos, também foram citados nos estudos como exemplos de como a cegueira pode acentuar a audição.

 

Tópicos: Saúde Auditiva
arrow-up