Rastreio auditivo ajuda pacientes com perda auditiva


rastreio-auditivo

Com o avanço tecnológico e científico, nos dias atuais os especialistas sabem que existem vários tipos de perda auditiva com diferentes graus e causas.  Uma das possibilidades para identificar os problemas auditivos e ajudar o paciente na melhor solução é fazer o rastreio auditivo.

O que é rastreio auditivo?

É uma avaliação realizada para identificar possíveis alterações auditivas. Recomenda-se fazer anualmente com o objetivo de prevenir, identificar e minimizar as consequências da perda auditiva.

Quando se deve fazer o rastreio auditivo?

Existem alguns indícios que podem apontar para a necessidade de se realizar o rastreio auditivo, são eles:

Dificuldade em acompanhar conversas em grupo;

Aumentar o volume de aparelhos como televisão e rádio acima da preferência de outras pessoas;

Pedir para as pessoas repetirem o que disseram.

Como é realizado o exame?

A avaliação consiste na realização de alguns exames como: otoscopia, impedanciometria e audiometria tonal e vocal.

A otoscopia é um exame feito no canal auditivo externo e no tímpano que permite diagnosticar diversas patologias como: infecções, inflamações, excesso de cerúmen, entre outras.

A audiometria, por exemplo, é o exame que permite determinar a capacidade do paciente de ouvir sons, que variam de intensidade e frequência.

Para uma avaliação mais adequada e a realização do rastreio auditivo de forma correta procure a orientação de profissionais especialistas.

Tópicos: Saúde Auditiva
arrow-up