Saúde Auditiva E Os Perigos Da Exposição Ao Ruído


saude-auditiva

O jornal EPTV, região de Ribeirão Preto, apresentou ontem (18/09/2012) uma reportagem sobre saúde auditiva, enfocando os males do uso dos fones auditivos e o excesso de exposição ao ruído.

Os grandes fones de ouvido voltaram à moda e viraram febre entre os estudantes principalmente, mas os médicos afirmam que aumentar o volume do fone para tentar abafar o som que vem da rua pode fazer muito mal a saúde, e em alguns casos o dano pode ser até irreversível.

O estudante Victor Zein adora tocar guitarra, mas como os vizinhos reclamavam do barulho, ele resolveu usar fones de ouvido. Acabou abusando do volume e teve problemas de audição. “Eu comecei a perceber que minha audição ficava afetada depois dos ensaios, e vi também que não estava escutando as coisas direito”.

Isso é um mal que afeta muitos jovens, o uso do fone é cada vez mais comum, há modelos para todos os gostos, alguns são tão pequenos que cabem dentro do ouvido. Mas para a medicina não importa o modelo, pequenos ou grandes, eles podem causar danos sérios e irreversíveis a audição, o que conta é o volume.

Como o som alto prejudica a saúde auditiva

O médico otorrinolaringologista, Dr. Luiz Carlos Alves de Souza, explica que o som passa pelo conduto auditivo externo, pela membrana do tímpano, pela cadeia ossicular e atinge a cóclea. É nesta localidade das vias auditiva, que a lesão por sons de alta intensidade ocorrem, esses sons comprometem a vitalidade das células ciliadas, lesam os cílios, e essa lesão é irreversível.

O problema é que o barulho não vem só do fone, as cidades também estão cada vez mais barulhentas, e pra ganhar do ruído que vem de fora a reação imediata é aumentar o volume do aparelho de música, que quase sempre acaba ficando mais alto do que deveria.

O estudante Urlan Benetti afirma para conseguir ouvir música na rua aumenta o volume, “chega a aumentar no máximo, às vezes tá na metade e tem que por no máximo pra poder ouvir”.

Dr. Luiz alerta que todo som que ultrapassa os 80 decibéis pode causar lesões. Por exemplo, um sussurro tem em média 30 decibéis, uma conversa equilibrada de 50 a 60 decibéis, um caminhão passando na rua chega aos ouvidos de quem está na calçada com 85 decibéis e a decolagem de um avião atinge 140 decibéis. Normalmente não percebemos o dano até que este seja grave. Ele então aconselha a regular os fones de ouvido no volume médio, que normalmente é o número 5 (sendo 10 o máximo volume).

Dicas para ouvir música sem prejudicar sua audição

O Dr. Luiz ainda dá dicas de como saber se o fone de ouvido está muito alto:

1) Quando você percebe um desconforto, quer dizer que o fone está alto. Normalmente as pessoas mantém o volume alto, aguentam o desconforto, para ter o prazer de ouvir a música na sua plenitude, no entanto, isto é errado e muito prejudicial.

2) Se alguém te chama enquanto você está com fones de ouvido e você não consegue ouvir o que a pessoa está falando, indica que o volume está excessivo.

3) Se a pessoa a seu lado está ouvindo a música que você está ouvindo, até em um volume bom, quer dizer que sua música está muito alta.

Fonte: http://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/jornal-da-eptv/videos/t/edicoes/v/medicos-alertam-para-riscos-a-saude-de-alto-volume-em-fones-de-ouvidos/2145025/

Tópicos: Saúde Auditiva
arrow-up