Perda auditiva: saiba como identificar os sintomas


Sintomas da Perda Auditiva

Os primeiros sinais que acompanham uma perda auditiva nem sempre são simples para identificar

Muitas pessoas podem achar mais fácil e menos estressante ignorar os sintomas da perda da audição e considera-los como um distúrbio temporário ou como algo que se deve aprender a conviver.

Esse é um grande erro pois muitos desses casos podem ser tratados, recuperando boa parte da capacidade auditiva. Para isso, é fundamental detectar o problema auditivo, a causa da perda de audição e buscar o tratamento adequado o mais rápido possível.

Em grande parte dos casos, a perda auditiva ocorre de forma gradual, o que acaba dificultando a identificação do problema auditivo.

Se você percebeu que não ouve muito bem em algumas situações do dia a dia, este artigo é para você. Nele, você vai conhecer os principais sintomas da perda da audição e como identifica-los em bebês, crianças e adultos.

 

Você reconhece os primeiros sintomas da perda auditiva?

Assim como existem muitas causas da perda de audição, também há diferentes sintomas e vários graus de gravidade. Se você se reconhecer em muitas das perguntas a seguir, pode ter algum problema auditivo:

  • Parece que as pessoas ao seu redor estão sempre murmurando?
  • É difícil acompanhar as conversas em lugares com muito ruído, como em restaurantes, por exemplo?
  • Você sempre aumenta o volume do telefone, rádio ou TV?
  • Frequentemente você precisa pedir às pessoas que repitam o que acabaram de dizer?
  • Você precisa fixar o olhar nas pessoas para entender o que elas estão falando?
  • Você não consegue ouvir bem os sons do dia a dia, como barulho de passos, dos carros na rua e o cantar dos pássaros?

Com base nessas situações acima, você sente que tem uma perda auditiva? Se sim, é importante procurar um profissional e realizar um teste de audição.

 

Perda auditiva temporária X Perda auditiva permanente

Na maioria dos casos, a perda auditiva temporária é causada pela exposição a ruídos altos, como tiros, fogos de artifício, shows ou pela exposição ocupacional.

Geralmente a perda auditiva temporária é acompanhada de zumbido e pode durar apenas algumas horas ou vários dias até que a audição volte ao normal.

Se você se expõe a ruídos altos com frequência, os ouvidos têm mais dificuldade para se recuperar e essa pode ser uma causa da perda de audição permanente.

A perda auditiva permanente não pode ser revertida e, para a maioria dos casos, os aparelhos auditivos são a melhor solução.

 

Perda auditiva em bebês

A perda auditiva em bebês geralmente é detectada em um teste de audição logo após o nascimento. Mesmo que os bebês não saibam falar ainda, eles estão sempre ouvindo as pessoas e sons à sua volta.

Os pais devem ficar atentos aos sinais que indicam algum problema auditivo. São eles:

  • Eles não são surpreendidos por um som alto;
  • Parece ouvir alguns sons, mas não outros;
  • Não notam quando são chamados pelo nome;
  • Não correspondem a vozes aos 4 meses de idade;
  • Não disse nenhuma palavra reconhecível até os 15 meses de idade.

Na presença de perda auditiva, o desenvolvimento do bebê é frequentemente atrasado, então cada minuto conta. Por isso, é imprescindível procurar o médico ao notar alguns desses sintomas da perda da audição em bebês.

 

Perda auditiva em crianças

As crianças com problema auditivo muitas vezes têm dificuldades para se comunicar porque não conseguem ouvir os sons ao seu redor, até mesmo sua própria voz.

Alguns sintomas da perda da audição em crianças são:

  • Demorar aprender a falar ou não ser claro quando fala;
  • Não responder quando são chamadas;
  • Falar muito alto;
  • Pedir para repetir as falas ou responder as perguntas de forma inadequada;
  • Assistir TV com volume muito alto.

Ao notar esses sinais, é importante fazer um teste de audição na criança. Quanto mais cedo a causa perda de audição for identificada e tratada, maiores as chances da criança ter um futuro melhor. Leia aqui: Perda auditiva infantil passa despercebida

 

Graus de perda auditiva

Cada pessoa tem uma capacidade de audição e, portanto os sintomas da perda da audição podem variar de acordo com o caso. Para compreender cada perda auditiva, elas são divididas em quatro níveis: leve, moderada, severa e profunda.

Um pessoa que consegue ouvir sons baixos de até 20 dB tem uma audição normal. A partir daí, os graus de perda auditiva podem ser:

  • Perda auditiva leve: A capacidade de ouvir sons entre 21-40dB é classificada como perda auditiva leve. Isso significa uma dificuldade em ouvir e entender algumas palavras em lugares com muito ruído de fundo.
  • Perda auditiva moderada: As pessoas com esse grau de perda auditiva não conseguem ouvir sons inferiores a 40-69 dB. Nesse grau, há dificuldade para conversar pessoalmente e ao telefone, ouvir o latido do cachorro, barulho do aspirador de pó e outros sons mais altos.
  • Perda auditiva severa: Nesse grau, a pessoa só ouve sons entre 71-90 dB. Quem tem perda auditiva severa não consegue compreender a fala de outras pessoas sem o uso do aparelho auditivo e costumam fazer leitura labial par entender a conversa.
  • Perda auditiva profunda: No último grau, apenas os sons maiores que 90 dB são captados pelos ouvidos. Só é possível ouvir sons extremamente altos e, mesmo assim, é difícil compreender sem um aparelho auditivo ou implante coclear.

Leia mais aqui: Quais os graus da perda auditiva?

 

Diagnóstico da perda auditiva

Se você suspeita que algo está errado com a sua audição, é ideal que procure um médico imediatamente.

Primeiramente, o profissional fará várias perguntas sobre os sintomas (quando começaram, se pioraram ou não, se sente dor etc). O médico também vai analisar o estilo de vida do paciente para analisar a possível causa da perda de audição.

Também é recomendável fazer uma audiometria, um teste realizado pelo fonoaudiólogo para avaliar a sua capacidade de ouvir diferente sons.

 

Tratamento

Após os resultados dos exames e com base nos seus hábitos, o fonoaudiólogo pode recomendar o tratamento ideal para seu problema auditivo.

Na maioria dos casos, é indicado o uso de aparelhos auditivos. Esses dispositivos não curam a perda de audição, mas amplificam o som que entra no ouvido para que a pessoa possa ouvir mais claramente.

 

Agora que você conhece os sintomas da perda da audição deve ficar atento aos sinais de problemas. Confira outros posts aqui no blog da Direito de Ouvir para saber mais sobre audição.

Se você está com suspeita de perda de audição, procure um profissional especialista em audiologia. A Direito de Ouvir têm clínicas em todo o país para ajudar no seu tratamento com aparelhos auditivos.

 

Tópicos: Curiosidades sobre a audição, deficiência auditiva, Perda auditiva
arrow-up