Sons maternos ajudam desenvolvimento da audição dos bebês


sons-maternos-ajudam-desenvolvimento-bebe

Uma pesquisa americana mostrou que os sons maternos ajudam no desenvolvimento da audição dos bebês prematuros.

Neurocientistas americanos perceberam que, na incubadora, os bebês prematuros são privados dos estímulos do útero – da voz da mãe até os batimentos cardíacos dela. O problema é que estes sons são tudo o que eles  conseguem escutar com pouco mais de 24 semanas de vida. Suas regiões cerebrais do sistema auditivo ainda não se desenvolveram e, por isso, eles só ouvem sons de baixa frequência. Fora do útero, o desenvolvimento do sistema auditivo fica ainda mais difícil sem estes sons maternos.

Para ajudar neste desenvolvimento, os pesquisadores decidiram expor os bebês ao som da voz e dos batimentos cardíacos da mãe, como se ainda estivessem dentro do útero.

COMO FUNCIONOU O TESTE

Os neurocientistas avaliaram 40 bebês prematuros nascidos em um maternidade de Boston, nos Estados Unidos. Vinte dessas mães toparam gravar áudios de si mesmas enquanto cantavam, liam ou conversavam. Eles também gravaram os batimentos cardíacos delas e, depois de retirarem os sons mais agudos, expuseram metade dos bebês por três horas diárias, durante um mês, a esses áudios. Os outros 20 bebês receberam apenas os cuidados normais que os prematuros recebem.

Depois de 30 dias, os pesquisadores analisaram o crescimento do cérebro dos bebês. E qual foi o resultado? O córtice auditivo daqueles que haviam escutado as gravações das mães era bem mais desenvolvido do que o dos outros. Eles também prestavam mais atenção à conversa que adultos tentavam levar com eles – era possível ver isso por meio da dilatação das pupilas.

A conclusão foi de que, apesar de poucas horas de exposição a sons parecidos com o ambiente uterino, o cérebro dos bebês segue no caminho correto do desenvolvimento.

COMO É O DESENVOLVIMENTO DA AUDIÇÃO

Ainda que não consigam se expressar com palavras, os bebês têm maneiras de interagir com os adultos ao redor. Se escutam a voz dos pais ou mesmo um barulho um pouco mais alto, é normal que eles direcionem o olhar para saber o que está acontecendo. Quando aprendem as primeiras palavras, também é comum que a pronúncia de algumas não seja impecável. Mas, se o bebê parece alheio ou se a criança pequena fala de uma maneira muito distante da correta, pode tratar-se de um problema auditivo. Nesses casos, deve-se procurar ajuda profissional.

Saiba mais sobre o desenvolvimento da audição dos bebês aqui.

Tópicos: Saúde Auditiva
arrow-up