O tipo de personalidade pode favorecer o zumbido


personalidade-influencia-zumbido

Você sabia que o zumbido pode estar relacionado com a personalidade da pessoa? Cada vez mais, especialistas na área têm a certeza de que este sintoma que pode parecer com o chiado, cachoeira, apito, cigarra ou outros tantos barulhos incômodos não é exclusividade dos idosos e pode ter muito a ver com o jeito de ser das pessoas.

Com o estresse e a correria dos dias de hoje, algumas pessoas tendem a ficar ansiosas, deprimidas. Segundo uma pesquisa do National Institute for Health Research (NIHR), de Nottingham, as pessoas solitárias, preocupadas, ansiosas ou com instabilidade de humor costumam sofrer mais com os incômodos do zumbido do que outras pessoas. Ou seja personalidades neuróticas tendem a sofrer mais com o tinido ou acúfeno.

Outro tipo de pessoa que costuma sofrer bastante com este tipo de problema é quem se assume metódico e perfeccionista.

A influência do jeito mostra o quanto o zumbido pode ser um sintoma que está muito além apenas dos problemas auditivos. Especialistas já sabem que ele pode estar relacionado a 200 tipos de causas. Entre elas as mais comuns são:

  • Problemas auditivos
  • Alterações no metabolismo
  • Problemas hormonais como hipotireoidismo
  • Alterações cardiovasculares
  • Doenças neurológicas e psiquiátricas
  • Problemas de mastigação e na mandíbula
  • Alterações nos músculos da cabeça e pescoço
  • Problemas de circulação

Problemas de circulação

O ouvido trabalha normalmente sem estoque de energia para garantir seu funcionamento constante – 24 horas por dia, 7 dias por semana e inclusive durante o sono.

Por isso a circulação sanguínea é tão importante. Se o sangue não chega, os nutrientes não são distribuídos de maneira eficiente. Isso também pode prejudicar o ouvido interno que recebe nutrientes apenas de um único vaso sanguíneo (artéria auditiva interna).

Doenças como colesterol e/ou triglicérides altos, hipertensão, diabetes ou pré-diabetes, vasculites, insuficiência vascular cerebral prejudicam a circulação e, por isso, podem estar relacionadas com zumbido.

Se você tem alguma dessas doenças, é importante se prevenir. Agende uma consulta com um otorrinolaringologista e faça exames periódicos, como a audiometria, para monitorar a sua audição.

Tópicos: Saúde Auditiva, Zumbido
fonoaudiologa-direito-de-ouvir-som-academia

Abaixe o som

18/02/2014

arrow-up